Política

Servidores devem fazer perícia a partir do 10º dia de atestado, avisa Rui

[Servidores devem fazer perícia a partir do 10º dia de atestado, avisa Rui]
17 de Maio de 2017 às 19:01 Por: Gilberto Junior/BNews Por: Cíntia Kelly

O excesso de atestado apresentado por servidores públicos já há algum tempo vem incomodando o governador Rui Costa, que apresentou na Assembleia Legislativa projeto de lei que reduz a quantidade de dias que os trabalhadores públicos podem ficar afastados sem precisar passar por perícia.

O prazo, segundo o projeto de lei, passaria de 15 para 10 dias. Caso seja aprovado, a partir desse período. A medida foi anunciada nesta terça-feira no lançamento do projeto Educação Empreendedora.

Em novembro do ano passado, Rui Costa, em entrevista ao BNews, afirmou que a ausência de servidores mediante atestado médico já chegou a cinco mil dentro da secretaria de Educação. “Não tem reposição [do profissional]. Tem atestado de dois dias, de três dias. Até 15 dias não precisa ir para Junta Medica. Eu pedi ao secretário [Etelvino Góes] e vou rebaixar para dez dias o tempo máximo de não precisar ir na Junta Médica. Hoje só acima de 15 dias”, relatou Rui Costa.

Oriundo do movimento sindical, Rui Costa acredita que, erroneamente, o atestado pode servir como forma de pressionar para melhoria no trabalho. "Eu nunca deixei de prestar qualidade do meu serviço para penalizar o patrão. Pelo contrário, eu usava a qualidade como argumento para pedir melhorias nas condições de trabalho e salário", disse Rui.

 

Publicada originalmente às 9h

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar