Política

A Justiça não pode mais blindar Temer, brada Solla

[A Justiça não pode mais blindar Temer, brada Solla]
17 de Maio de 2017 às 20:20 Por: Juliana Nobre

A bancada de oposição na Câmara dos Deputados já prepara o discurso para o impeachment do Michel Temer, após as informações divulgadas pelo jornal O Globo de que o dono da JBS teria gravado o aval de Temer para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), na noite desta quarta-feira (17). Ao BNews, o deputado federal Jorge Solla defendeu o impeachment do peemedebista e novas eleições.

“Todo mundo já sabia disso, das contas no exterior de [José] Serra, do Aécio [Neves], mas eles foram blindados pela Justiça e pela imprensa. E foi preciso pagar o silêncio de Eduardo Cunha. Até que enfim alguém teve a coragem de gravar. Temos que fazer Diretas Já o quanto antes”, defendeu.

Os donos da JBS, Joesley Batista e o seu irmão Wesley entregaram ao  ministro do STF, Edson Fachin, a gravação de um diálogo do presidente Michel Temer. Nele, Temer indica o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Posteriormente, Rocha Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: "Tem que manter isso, viu?".

 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar