Política

Dono da JBS revela que pagou cerca de R$ 60 milhões em propina a Aécio Neves

[Dono da JBS revela que pagou cerca de R$ 60 milhões em propina a Aécio Neves]
18 de Maio de 2017 às 09:02 Por: Redação BNews

O dono da JBS, Joesley Batista, revelou em sua delação premiada que pagou cerca de R$ 60 milhões em propina a Aécio Neves em 2014. De acordo com informações da coluna Lauro Jardim, do jornal O Globo, o delator contou que os pagamentos foram feitos por meio da emissão de notas fiscais frias a diversas empresas.

Além da propina, Joesley apontou que comprou o apoio de partidos políticos para apoiar Aécio a presidente. 

O tucano é alvo da operação Patmos, nome da ilha grega onde o apóstolo João escreveu o Livro do Apocalipse. A Procuradoria-Geral da República pediu a prisão do senador e o ministro Edson Fachin encaminhou o pleito para que o plenário da Corte decida.

Fachin, no entanto, já decidiu pelo afastamento do tucano do mandato de senador.

Notícias relacionadas:

Primo de Aécio também é preso pela Polícia Federal
Irmã do senador Aécio Neves é presa pela Polícia Federal em Minas Gerais
Rui classifica momento de denúncia contra Temer como “tsunami”
Deputada Alice Portugal pede fim do governo, após denúncia contra Temer
Vídeo: Imbassahy grava mensagem em defesa de Temer após delação da JBS
PSDB já discute possível nome para suceder Michel Temer
STF determina afastamento de Aécio Neves; PGR pede prisão do senador
Presidente de comissão da OAB-DF é preso pela PF após delação da JBS
PF cumpre mandados na sede do Tribunal Superior Eleitoral; procurador é preso
Fachin determina afastamento do deputado que levou propina a Cunha
PF cumpre mandados judiciais em gabinete de Aécio Neves no Congresso Nacional
Presidente da holding J&F diz que Aécio pediu propina para pagar advogados

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar