Política

Primo de Aécio e assessor de Perrella são transferidos para presídio em Contagem

[Primo de Aécio e assessor de Perrella são transferidos para presídio em Contagem]
19 de Maio de 2017 às 07:24 Por: Reprodução / TV Globo Por: Redação BNews
O primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), Frederico Pacheco de Medeiros, e o assessor parlamentar e cunhado do senador Zeze Perrella (PMDB-MG), Mendherson Souza Lima, foram transferidos na tarde desta quinta-feira (18), pra a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles foram presos nesta manhã por cumprimento de mandado pela Polícia Federal na Operação Patmos, deflagrada após as delações dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista.
 
Frederico Pacheco foi preso em casa, no condomínio Morro do Chapéu, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O advogado Maurício Campos Júnior disse que, por enquanto, não vai se manifestar sobre a prisão.
 
O assessor parlamentar de Perrella Mendherson Souza Lima, que é também cunhado do senador e ex-vice-presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), é citado na delação como a pessoa que recebeu o dinheiro. Ele foi preso nesta manhã e chegou à sede da Polícia Federal em Belo Horizonte por volta das 11h50. A Polícia Federal informou que apreendeu R$ 400 mil em dinheiro na casa do assessor.
 
O advogado Antônio Veloso Neto, que defende Mendherson, disse que não vai comentar a prisão do cliente porque não teve acesso à investigação ainda, mas que vai pedir vistas do processo.
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar