Política

Parece que vai quebrar o pote, mas não quebra, diz Wagner sobre disputas do PED

[Parece que vai quebrar o pote, mas não quebra, diz Wagner sobre disputas do PED]
19 de Maio de 2017 às 22:53 Por: Vagner Souza / BNews Por: Victor Pinto e Eliezer Santos

Os conflitos internos gerados durante as tratativas do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores (PT) não terão vida longa e não vão atrapalhar os desafios externos da legenda. A avaliação é do secretário de Desenvolvimento Econômico e ex-governador da Bahia Jaques Wagner.

“Esses debates são sempre quentes. Parece que vai quebrar o pote, mas o pote não quebra porque os compromissos nossos são muito maiores. Então esquenta a temperatura, algumas coisas até discordo como são tratadas. Isso aqui deve ser um debate de ideias e não de qualidades e defeitos. Mas eu não acho que saia daqui rachado. Toda disputa tem estresse, mas na minha opinião a marca do PT ainda é muito forte, de muitos desafios pela frente e acho que isso junta o pessoal”, avaliou.

Ele avaliou que o revés do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, de certo modo, aumentou o sentimento de unidade nas bases do PT.

“O que junta o PT é o nosso compromisso com o Brasil, com o povo brasileiro, com as mudanças que fizemos e as mudanças que precisam ser feitas. Juntou também o PT muito o processo do golpe parlamentar, de tirar a presidenta Dilma”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar