Política

PSDB adia decisão sobre abandonar governo Temer

[PSDB adia decisão sobre abandonar governo Temer]
21 de Maio de 2017 às 13:23 Por: Reprodução Por: Redação BNews

A cúpula do PSDB cancelou reunião marcada para o fim da tarde deste domingo (21), em Brasília, quando seria discutida a continuidade do apoio do partido ao governo do presidente Michel Temer (PMDB), que virou alvo de inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) após delação premiada dos executivos do grupo JBS.

Com quatro ministros e a terceira maior bancada do Congresso, com 11 senadores e 47 deputados federais, a legenda é a principal aliada do PMDB no governo federal. De acordo com o líder do PSDB no Senado, o senador Paulo Bauer (SC), o encontro foi cancelado "para não alimentar especulações" de que o partido decidiria hoje desembarcar do Planalto.

De acordocom o Uol, internamente, a repercussão na imprensa da convocação de reunião entre tucanos e integrantes do DEM, como o senador Agripino Maia (RN), presidente nacional da siga, pesou na decisão.

Circula na capital federal, a informação, não divulgada oficialmente pelo Planalto até o momento, de que Temer convocou líderes da base governista para um jantar no Palácio do Alvorada, residência oficial da Presidência, na noite desde domingo. Questionado se participaria do evento, Bauer disse "ainda" não ter sido convidado. "Se for, vou avaliar", declarou.

Entre os tucanos, "responsabilidade" tem sido a palavra de ordem desde a divulgação, na quarta-feira (17), das primeiras informações sobre a delação que levou à abertura de inquérito no STF contra Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi afastado de suas funções no Senado e se licenciou da Presidência nacional do Partido.

Logo depois de assumir o lugar de Aécio, na quinta (18), o agora presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), divulgou nota informando que, "mantendo sua responsabilidade com o país, que enfrenta uma crise econômica sem precedentes, o PSDB pediu aos seus quatro ministros que permaneçam em seus respectivos cargos".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar