Política

Confusão por comida interrompe processo eleitoral no Congresso do PT

[Confusão por comida interrompe processo eleitoral no Congresso do PT]
21 de Maio de 2017 às 15:40 Por: Vinicius Ribeiro Por: Victor Pinto e Vinicius Ribeiro

Uma confusão generalizada por comida tomou conta do Congresso do PT na tarde domingo (21), na Faculdade de Arquitetura da Ufba. Segundo apurou o BNews, esfirras foram compradas para os delegados poderem se alimentar e assim não ser interrompido o processo de votação para escolha do presidente estadual da sigla, contudo, a comida não deu para todo mundo.

Ao perceberem isso, delegados que estão desde a manhã na Ufba, muitos sem se alimentar, se revoltaram e exigiram a paralisação da eleição para poderem comer.

Muito chegaram a forçar a porta de acesso ao auditório que estava com acesso restrito.

Alguns filiados quando viram que as esfirras foram compradas no Habbib's, empresa cujo dono foi favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), começaram a gritar ironicamente: "coxinha! Coxinha!". 

Um delegado ouvido pelo BNews afirmou que tem que haver respeito. “Everaldo [Anunciação] tem que respeitar a base. Tem muita gente do interior que está com fome”, disse.

Outros brincam com a situação: “O Congresso terminou em pizza”.

A eleição foi interrompida por uma hora e várias cadeiras do auditório ficaram vazias.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar