Política

Caiado diz que Lula assaltou o país e o aguarda nas urnas: não tenho medo

[Caiado diz que Lula assaltou o país e o aguarda nas urnas: não tenho medo ]
23 de Maio de 2017 às 19:18 Por: Edilson Rodrigues/Agência Senado Por: Eliezer Santos

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) elevou o tom de ataque ao ex-presidente Lula (PT), a quem considera como eventual adversário em caso de convocação de eleições diretas. O ambiente de instabilidade quanto à permanência do presidente Michel Temer – gravado pelo dono da JBS, Joesley Batista, dando aval para compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e validando outras irregularidades – aquece aceleradamente as tratativas nos bastidores em Brasília.

Em entrevista exclusiva ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta terça-feira (23), Caiado afirmou que não teme embate eleitoral com Lula - apesar de bem pontuado nas pesquisas -  para “poder desmascará-lo e mostrar que ele é mentiroso”.

“A América Latina tem esses fantasmas de Lula, de Maduro, pessoas que não merecem da sociedade o menor respeito porque usaram seus cargos para assaltar a sociedade. Cada um sabe quem mente. O mentiroso fala com a boca, e não confirma com os olhos. O ladrão abaixa a cabeça. Sou muito simpático com eleição direta. Gostaria, sinceramente, não nego, poder encarar Lula em novo debate, como tivemos em 1989, e agora poder desmascará-lo, poder mostrar para a sociedade quanto realmente ele é um cidadão inconsequente, mentiroso, desprovido de todo e qualquer sentimento de respeito às pessoas mais humildes. O projeto dele é de poder pessoal. Eles roubaram dos aposentados. Era R$ 0,35 por aposentado que era assaltado. Isso é o PT. Não posso ter medo desse pessoal”.

Caiado antecipou uma comparação de biografias com petista, sobre quem disse ter se apropriado do posto máximo do país para enriquecimento ilícito.

“A família dele [Lula] está milionária. Ele hoje é latifundiário, eu sou médio produtor rural. Eu como médico cirurgião que sou, tendo minha vida totalmente equilibrada, dou conta de prestar contas do meu dia a dia, no entanto ele com dois mandatos de presidente ele e a família dele estão como os maiores latifundiários do Brasil. Impressionante a capacidade de enriquecer, de multiplicar o dinheiro como esse povo do PT tem demonstrado. É falta de caráter, falta de espírito público. São pessoas que não estão qualificadas para tal, de achar que numa eleição direta tem a pretensão de voltar. Ninguém vai cair nesse conto do vigário mais uma vez, que levou o Brasil à falência”, acrescentou.

Caiado ainda desqualificou nomes do quadro petista no Senado Federal que possam surgir como alternativas da legenda, ao comentar as discussões acaloradas desta terça na Casa.

“O que se viu aqui hoje no Senado Federal, instituição que tem a responsabilidade de levar as reformas adiante, no entanto os petistas fizeram aquela cena deprimente sentando na mesa, arrancando microfones, o que mostra o despreparo dessas pessoas em poder amanhã chegar ao governo. A sociedade brasileira não quer colocar bandido nem ladrão à frente da presidência da República de novo. A sociedade entendeu e não dá mais para essas pessoas pousarem de defensor de pobre, foram os que mais assaltaram os pobres”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar