Política

Comissão da Fetrab pede intermediação de Coronel em reajuste de servidores

[Comissão da Fetrab pede intermediação de Coronel em reajuste de servidores]
23 de Maio de 2017 às 23:50 Por: Divulgação Por: Redação BNews

Representantes da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) levaram, nesta terça-feira (23), ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Angelo Coronel (PSD), demandas sobre as condições estruturais de salário dos servidores.

“Estamos pedindo ao presidente Coronel que ele intermedeie com o governador Rui Costa, chefe do Executivo, o fim da política de aumento salarial zero do Estado da Bahia, que não concede reajuste linear desde 2015”, disse Marinalva Nunes, presidente da Fetrab,.

De acordo com Marinalva, 40% do funcionalismo público estadual está com o vencimento base abaixo do salário mínimo nacional. “Considero o pleito dos funcionários públicos baianos muito justo. Sei que as finanças públicas estaduais estão muito combalidas e a Bahia é um dos poucos Estados que não atrasam os salários, mas vou levar o pleito ao governador Rui Costa e tentar ao menos uma negociação”, afirmou Coronel.

“Nós pedimos que o governador Rui Costa sente-se à mesa de negociações com os funcionários, já que entregamos nossa pauta de reivindicações em novembro do ano passado. O Governo alega que o reajuste não pode ser concedido porque o Estado já ultrapassou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas queremos transparência e que a atual situação das contas públicas seja repassada aos trabalhadores”, criticou Marinalva.

O impasse, segundo Marinalva, pode levar a categoria a programar atos de paralisação temporária do trabalho no serviço público estadual. “Uma greve, por enquanto, ainda não ganhou força entre os trabalhadores. Vamos seguir avaliando a situação e tentar negociar com o governador", acrescentou. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar