Política

Zé Eduardo é entrevistado por Coronel e fala de assuntos polêmicos

[Zé Eduardo é entrevistado por Coronel e fala de assuntos polêmicos ]
25 de Maio de 2017 às 21:36 Por: Tamirys Machado

O apresentador, empresário e radialista Zé Eduardo foi o entrevistado do programa Tête a Tête com Coronel, programa exibido no Facebook, ao vivo, todas as quintas-feiras comandado pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel.  Na ocasião, o apresentador não se furtou das perguntas e entrou em assuntos polêmicos. Ele contou sua história nos veículos de comunicação, com passagens pelas principais emissoras e revelou quem considera seu principal concorrente na televisão.

Ao falar sobre o término do programa Se Liga Bocão, que era apresentado na TV Itapoan , Zé Eduardo revelou que “quase infartou ao ser informado do término do programa”. “Eu quase infartei quando soube que acabou o Se Liga Bocão, o diretor me chamou e apresentou  uma pesquisa, a história do corpo já tinha enchido saco de muita gente”, contou, complementando que foi convidado para assumir o Balanço Geral, programa que comanda até hoje, com três horas de duração. Sobre o antigo Se Liga Bocão, Zé Eduardo afirmou que “na época era sensacionalismo, era popularesco, não me arrependo é um programa onde eu cresci, mas tudo muda”.

Coronel então questionou se rolou o ciúme por parte do Raimundo Varela, que comanda o Balanço Geral há época. “Qual apresentador que não tem ciúme do outro?”, brincou Zé. “Nunca vi um cidadão com tanto vigor e tanta força e coma enciclopédia da Bahia como tem o Varela”, elogiou.

Zé Eduardo comentou ainda sobre a concorrência e enfatizou que a Rede Globo mudou seu formato de fazer jornalismo por causa da Rede Record. “A gente percebe que de 20 dias pra cá a Globo acabou com o jornalismo empacotado porque estava perdendo muito na audiência para a Record.  Ela entendeu que o povo quer se vê na TV. Faz manifestação, repórter dentro do ônibus, teve que vir para o lado da informação”, disse.  “A Globo que estava acomodada, mostrava exposição, matéria de orquídea, interesse de A, B ou C.. acabou isso, veio para realidade.  A Rede Globo está mudando por causa da Record”.

Como não podia faltar, o tema político também foi pauta. Alguns internautas perguntaram se Zé Eduardo tem interesse em ser candidato. “Já tive [vontade de entrar na política] recebi alguns convites [...] No momento não tenho vontade. Daqui a três anos posso pensar”, afirmou. Coronel não perdeu a oportunidade e fez o convite para Zé Eduardo ser candidato pelo PSD, partido do qual faz parte.

Sobre a polêmica envolvendo o cantor Igor Kanário, onde ele discutiu com uma Policial Militar durante a Micareta de Feira de Santana, o apresentador opinou. “Uma vergonha, um cara que é vereador desafiar uma PFem, uma mulher. Kannário é um produto que não é verdadeiro, é uma farsa, ele vende essa farsa para a população. Uma parte da população aceita, elegeu ele, mas com apoio da prefeitura”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar