Política

Wagner diz que permanência de Temer inviabiliza caminhos para o país

[Wagner diz que permanência de Temer inviabiliza caminhos para o país]
25 de Maio de 2017 às 22:04 Por: Gilberto Júnior / BNews Por: Eliezer Santos

Um dos nomes de sustentação dos últimos dias da presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto antes do impeachment, Jaques Wagner - hoje secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia -, avalia que a possibilidade de recuperação do país está praticamente descartada desde que a crise política ganhou contorno personalizado nos escândalos que envolvem o presidente Michel Temer.

"Acho muito difícil você encontrar caminhos com Michel na presidência. A forma como ele vai sair não sei", disse nesta quinta-feira (25), durante a cerimônia do Dia da Industria, na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

Wagner ainda comentou o descrédito do Congresso Nacional para decidir o próximo presidente por meio de eleições indiretas, com a eventual saída de Temer, e criticou a reação das forças policiais aos protestos desta quarta-feira (24).

"O ambiente de ontem apontou para uma intolerância do governo federal. É um fato normal da democracia os protestos. Em 2013 teve vários protestos e a gente não fez essa barbárie que eles fizeram".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar