Política

Chamado de fascista, Bolsonaro provoca manifestantes na Câmara de Salvador

[Chamado de fascista, Bolsonaro provoca manifestantes na Câmara de Salvador]
29 de Maio de 2017 às 11:35 Por: Vagner Souza/Bocão News Por: Cintia Kelly
 
Um coro ensurdecedor de "fascista" encerrou a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-RJ), que defendeu o projeto Escola sem Partido, no plenário da Câmara Municipal de Salvador. Durante a esplanação, na manhã desta segunda-feira (29), o deputado chegou a provocar a plateia, composta em sua maioria por pessoas ligadas à esquerda e movimentos sociais. 
 
"Discutir com petista é o mesmo que jogar xadrez com pombo, suja tudo", comparou. Diante da provocação, vaias. Um grupo de professoras irritadas com a defesa do projeto Escola sem Partido chamava o deputado de "maluco". Com ironia, ele respondia fazendo "coração no ar". 
 
Aliás, foi por causa desse coração que Eduardo Bolsonaro levou ovada de manifestantes antes de começar a sessão especial. Bolsonaro, o filho, chegou a dizer que os "13 anos em que o PT esteve no poder emburreceram os alunos".
 
Para o deputado, as escolas estão cheias de militantes disfarçados de professores. "Muitos professores esculacham os alunos por gostarem de Jair Bolsonaro. Isso é doutrinação", opinou.
 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar