Política

Edição de áudios de Joesley traz risco mínimo à delação, avalia PGR

[Edição de áudios de Joesley traz risco mínimo à delação, avalia PGR]
29 de Maio de 2017 às 15:59 Por: Redação BNews
Os procuradores da Lava Jato estão pouco preocupados quando ouvem que a gravação da conversa entre Michel Temer e Joesley Batista foi editada. Isso não é um problema para Rodrigo Janot, mesmo sabendo que o presidente vai com tudo para cima do caso.
A menos que um trecho muito crucial tenha sido manipulado, alterando completamente o contexto do diálogo, a PGR trabalhará para manter a validade da delação de Joesley, informa a Veja. A Polícia Federal estipulou prazo de aproximadamente 30 dias para entregar os primeiros laudos da perícia que vem fazendo no gravador do empresário.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar