Política

“Ele joga com os números e adora me pirraçar”, rebate Neto após críticas de Rui à rede municipal de saúde

Arquivo BNews/Roberto Viana

Prefeito defendeu avanço no percentual de cobertura da Atenção Básica

Publicado em 06/08/2018, às 19h32    Arquivo BNews/Roberto Viana    Redação BNews

O prefeito ACM Neto (DEM) voltou a contestar declarações do governador Rui Costa (PT) sobre a estrutura da rede pública de saúde de Salvador. Na última semana, o petista concedeu entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, e apontou que a capital baiana tem a pior Atenção Básica entre as cidades da Bahia, com apenas 32% de cobertura.

Nesta segunda-feira (6), também em entrevista ao Se Liga Bocão, ACM Neto apresentou percentuais diferentes e disse que o governador “joga com os números”.        

“Ele joga com os números. Quando chegamos na prefeitura Salvador tinha 18% de Atenção Básica, hoje tem 45%. Está errado, o governador faz jogo com os números. Contratei em cinco anos mais de quatro mil profissionais, sendo a maior parte concentrada em Atenção Básica. Ele [Rui Costa] gosta de me pirraçar, adora me pirraçar”.

Neto também acusou o governador de proceder de forma “irresponsável” com o fechamento de unidades de saúde em Salvador geridos pelo governo da Bahia.   

“O governador não diz que ele fechou, irresponsavelmente, a UPA de Roma, fechou irresponsavelmente a UPA de Escada [...] fechou a unidade de São Caetano, outro ato irresponsável. Ele fechou a unidade de Plataforma, isso ele não responde”.

“Qualquer lugar do Brasil não tem os números que Salvador tem. 100% de todas as unidades de saúde passaram por reforma e depois seguimos inauguramos, inauguramos [...] Agora estamos em processo seletivo pelo Reda para contratar profissionais que não temos no concurso”, acrescentou.

Classificação Indicativa: Livre