Política

PMDB dificulta “vida” de ex-correligionários

[PMDB dificulta “vida” de ex-correligionários]
04 de Outubro de 2011 às 07:44 Por: Daniel Pinto

No início da tarde desta segunda (3), os deputados estaduais Alan Sanches, Temóteo Brito e Ivana Bastos estiveram na sede regional do PMDB, no bairro do Costa Azul, em Salvador. O objetivo era entregar as fichas de desfiliação do partido. Mas, foram informados pela secretária de plantão que, por determinação da executiva estadual, ela não poderia receber nenhum documento dos parlamentares. O trio tenta se desligar do grupo político liderado pelos irmãos Lúcio e Geddel Vieira Lima para ingressar no recém criado PSD, cujo presidente estadual é o vice-governador Otto Alencar.

Mesmo com o clima de constrangimento, o advogado do PMDB, Jaime de Souza, classificou como “incongruente” a iniciativa dos deputados. “Como se desfilar se todos foram expulsos da legenda? Acho muito estranho, até porque as notificações foram encaminhadas pelos Correios. Se eles não receberam deve ser por conta da greve, mas a decisão do Conselho de Ética teve grande repercussão na mídia. Outra coisa: questões desta natureza são tratadas pelos diretórios municipais e, não, pela executiva estadual. Essa é uma situação realmente difícil de entender”.


Depois de muita insistência, os parlamentares foram recebidos pelo secretário-geral do PMDB, Almir Melo. Mesmo assim, não tiveram êxito na missão de entregar os pedidos de desfiliação. Em conversa com a reportagem do Bocão News, Alan Sanches disse que não tem nenhum documento que comprove o deligamento da legenda e, por tal razão, será forçado a tentar um recurso jurídico. “Tanto eu quanto Ivana e Temóteo não recebemos nenhuma notificação. Qual proteção legal nós temos de que realmente não fazemos mais parte do partido? O que vi sobre isso foi publicado na imprensa. Entretanto, esse material não nos dá segurança jurídica. Tentamos o caminho mais fácil, mas teremos que levar o assunto à Justiça Eleitoral. Não resta outra alternativa”.

Se quiserem disputar as eleições municipais de 2012, Alan Sanches, Temóteo Brito e Ivana Bastos têm até o dia 7 deste mês para resolverem as pendências partidárias. Caso contrário, estarão legalmente impedidos de concorrer a qualquer cargo eletivo no próximo ano.


Foto: Edson Ruiz/Bocão News
Nota postada dia 3, segunda (3)
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar