Política

Marta Rodrigues contesta pedido de empréstimo feito por ACM Neto: “não tem interesse público nítido”

[Marta Rodrigues contesta pedido de empréstimo feito por ACM Neto: “não tem interesse público nítido”]
12 de Setembro de 2018 às 18:01 Por: Vagner Souza/BNews Por: Alexandre Santos e Eliezer Santos

Contrária à aprovação do pedido de empréstimo da prefeitura de Salvador ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de R$ 35 milhões, a líder da oposição na Câmara de Salvador, vereadora Marta Rodrigues (PT), afirmou ao BNews que a movimentação coloca em risco o orçamento da cidade.

“Apresentamos voto em separado na Comissão de Finanças e Orçamento porque uma operação dessa de R$ 35 milhões compromete a receita do município. O município já tem pedido muito empréstimo, como vai ser essa atualização, no dólar?”, questionou.

Nesta quarta-feira (12), o Projeto de Lei nº 220/2018, enviado pelo prefeito ACM Neto (DEM), foi aprovado no plenário da Câmara por maioria dos votos e com contestações da oposição.

“Porque não agiliza a máquina para dar aumento maior aos servidores? São disparidades grandes que não concordamos. A Lei de Responsabilidade Fiscal diz que o município deve adotar o equilíbrio das contas públicas”, argumentou Marta Rodrigues, em referência ao reajuste de servidores de Salvador aprovado por unanimidade nesta quarta.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar