Política

Ministério Público abre inquérito para apurar contratação de Kannário no Carnaval de Salvador

[Ministério Público abre inquérito para apurar contratação de Kannário no Carnaval de Salvador]
18 de Setembro de 2018 às 08:24 Por: Arquivo/BNews Por: Redação BNews

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), por meio da 4ª Promotoria de Justiça da Cidadania da Capital, instaurou um inquérito civil para apurar a contratação do cantor vereador Igor Kannário (PHS) no Carnaval de Salvador 2017 pela prefeitura.

Inicialmente, o MP-BA havia instaurado um procedimento investigativo preliminar, mas decidiu converter o caso em inquérito civil nesta segunda-feira (17).

O pagodeiro tinha três apresentações previstas na folia deste ano, mas depois que criticou o prefeito ACM Neto e a Polícia Militar, acabou cancelando o que seria seu terceiro show em Periperi. Para justificar o cancelamento, o cantor divulgou um atestado médico informando que estava com faringite.

No Diário Oficial do Município, foi publicada pela prefeitura a retificação do contrato firmado com empresa RS Music Produções Eireli, que possui a exclusividade do artista. Em vez de receber R$ 90 mil, o pagodeiro ficou apenas com R$ 60 mil.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar