Política

ACM Neto quer ouvir as fontes da revista Veja

Imagem ACM Neto quer ouvir as fontes da revista Veja

Líder do DEM na Câmara, o baiano assina o requerimento convocando os dois que acusaram o ministro dos Esportes de corrupção

Publicado em 17/10/2011, às 12h31        Redacão Bocão News

O ministro dos Esportes, Orlando Silva (PCdoB), se prontificou a prestar esclarecimentos sobre as denúncias de corrupção publicadas na revista Veja desta semana. O ministro afirmou ainda ser alvo de calúnia e que os “acusadores” são pessoas pouco confiáveis.

Na edição do jornal Estado de São Paulo desta segunda-feira (17), o deputados federais do DEM revelam que vão apresentar hoje um requerimento pedindo a presença do policial militar João Dias Ferreira e do motorista Célio  Soares Pereira na Câmara.

Os dois foram as principais fontes utilizadas pela semanal para o levantamento das informações sobre eventuais desvios de recursos do projeto Segundo Tempo do ministério dos Esportes. Para o líder do DEM, ACM Neto, o caso não pode ser encerrado apenas com as declarações do ministro.

Isto porque, ainda nesta semana, Orlando Silva deve ser ouvido pelas comissões de Fiscalização Financeira e Controle e Turismo e Desporto, a pedido dos próprios governistas.

De acordo com a reportagem da revista Veja,  haveria cobrança de 20% de propina nos convênios firmados no âmbito do Segundo Tempo. O motorista Célio Soares Pereira, funcionário de João Dias em uma academia, contou ter entregue uma caixa de papelão com notas de R$ 50 e R$ 100 na garagem do ministério.

As informações são do Estadão

Foto: Roberto Viana // Bocão News

Classificação Indicativa: Livre