Política

Major Olimpio mostra que relação com Flávio Bolsonaro vai mal: "Quero distância"

reprodução // Agência Brasil

Filho do presidente tem pressionado os colegas a desistir da CPI da Lava-Toga

Publicado em 16/09/2019, às 17h15    reprodução // Agência Brasil    Redação BNews

Líder do PSL njo Senado, Major Olimpio continua contrariado com Flávio Bolsonaro por causa da pressão para que retire o apoio à CPI da Lava-Toga. "Ele tentou me cobrar por ter assinado a CPI. Rechacei e pronto. Eu e as duas senadoras dissemos que jamais retiraríamos a assinatura da CPI", disse ao Radar.

"Não quero saber o que ele acha ou pensa, ou os motivos dele. Temos consciência e responsabilidade e estamos alinhados com um dos pilares da candidatura do presidente Bolsonaro que é o combate à corrupção", completou à coluna.

Flávio está pressionando seus colegas a desistir da CPI. Até agora, sem sucesso.  A senadora Selma Arruda (PSL-MS), que anunciou saída do partido, revelou à VEJA uma conversa que teve com o deputado ao telefone: 'Vocês querem me f... Vocês querem f... o governo".

Major Olimpio, outro que ameaça sair do PSL, sentenciou a relação com o 01: "Só a exigência já me aborreceu demais, mas ele que toque a vida dele. Quero distância".

Classificação Indicativa: Livre