Política

Marília Arraes possuia esquema de rachadinha com funcionários fantasmas, afirma MP-PE

[Marília Arraes possuia esquema de rachadinha com funcionários fantasmas, afirma MP-PE]
24 de Novembro de 2020 às 15:56 Por: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados Por: Redação BNews

A candidata à prefeitura de Recife, Marília Arraes (PE), teria participação em um esquema de rachadinha por meio de funcionários fantasmas, segundo investigação do Ministério Público de Pernambuco (MP-PE).

De acordo com o MP, Marília teria contratado parentes de seu chefe de gabinete, Victor Fialho, que seriam parte do esquema. Eugênia Fialho, mãe de Victor, e Clarissa Fialho, prima, trabalhavam em outros órgãos e empresas enquanto recebiam remuneração da Câmara Municipal do Recife.

Os salários dentro do gabinete iniciavem em R$ 1,2 mil e poderiam chegar em até R$ 5 mil. Na configuração do esquema, segundo o MP, os empregados ficavam com apenas 40% da remuneração, enquanto Marília embolsava 60% do salário dos funcionários. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar