Política

Neto diz que Democratas "unido" tratará de forma individualizada o processo eleitoral na Câmara e no Senado

[Neto diz que Democratas "unido" tratará de forma individualizada o processo eleitoral na Câmara e no Senado]
25 de Novembro de 2020 às 12:19 Por: Vagner Souza/ BNews Por: Léo Barsan e Raul Aguilar

O prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, ACM Neto (Dem), sinalizou que tratará de forma individualizada o pleito para o comando da Câmara dos Deputados e Senado Federal, que atualmente segue sob o controle de seu partido. 

O presidente nacional do Dem já afirmou que uma eventual autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para continuidade dos mandatados do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (Dem-Rj), e do Senado Federal, Davi Alcolumbre (Dem-PA), poderá ter um peso importante na decisão, já que ambos os políticos demostraram o desejo de seguirem nas chefias das Casas Legislativas. 

Informações de bastidores mostram que o cenário para continuidade dos Democratas no comando das casas legislativas é complicado, e que o caminho mais provável é que haja uma recuo na Câmara para continuidade da gestão de Alcolumbre (Dem) no Senado: “Eu não tratei desse assunto por enquanto, vamos tratar na segunda que vem, pós segundo turno. Disputando segundo turnos importantes, Rio de Janeiro. Nosso foco voltado para essas eleições, a partir da próxima segunda-feira, eu começo a me envolver pessoalmente nas articulações para eleição da Câmara e do Senado”.

Apesar de evitar tratar do assunto, Neto indica que decisões será individualizada, levando em consideração o cenário político em cada Casa Legislativa. Na Câmara o Democratas deverá enfrentar concorrência do Partido Progressista (PP), comandando pelo deputado federal Artur Lira (PP-AL) e do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP).      

“Não haverá problemas internos no Dem, vamos tomar decisões que garantam a harmonia e a unidade do partido. Toda estratégia será respeitando a separação das casas, Câmara e Senado, porém, compreendendo que as principais lideranças deverão estarem sintonizadas”, sinalizou o presidente nacional do Dem e prefeito de Salvador.  

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar