Política

Integrante do Conselho de Ética, Cacá Leão diz que "acha difícil" Daniel Silveira não ser cassado

Marcos Oliveira/Agência Senado

Durante a sessão de sexta-feira (19), Silveira mudou o tom. O deputado preso por incitar violência contra ministros do STF chegou a pedir desculpas aos parlamentares; não funcionou. Por 364 votos a 130, a Câmara referendou a prisão

Publicado em 22/02/2021, às 20h49    Marcos Oliveira/Agência Senado    Pedro Vilas Boas

Integrante do Conselho de Ética da Câmara Federal, o deputado baiano Cacá Leão (PP) afirmou, em entrevista ao BNews nesta segunda-feira (22), que acha difícil o deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) - preso por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) - escapar de uma cassação.

"Eu acho difícil escapar da cassação. O tempo é aliado dele, se ele conseguir esfriar as coisas, mudar o ânimo. Se vier com o tom que veio na reunião de sexta, acho que toma suspensão de seis meses. Se continuar mais agressivo...", analisou o líder do PP na Câmara.

Durante a sessão de sexta-feira (19), Silveira mudou o tom. O deputado preso por incitar violência contra ministros do STF chegou a pedir desculpas aos parlamentares; não funcionou. Por 364 votos a 130, a Câmara referendou a prisão.

Porém, Cacá não quis adiantar como deve se posicionar. "Acho que é muito cedo, as coisas podem mudar. Depende muito do que vai acontecer. Se vai continuar preso, se vai solto", completou.

Conselho de Ética

O Conselho de Ética se reúne nesta terça-feira (23) para analisar o caso. A sessão funcionará  de forma híbrida — com reuniões virtuais e presenciais.

Classificação Indicativa: Livre