Política

Presidente do Senado diz que vai instalar "CPI da Covid" após ordem de Barroso, mas critica decisão

[Presidente do Senado diz que vai instalar "CPI da Covid" após ordem de Barroso, mas critica decisão]
08 de Abril de 2021 às 21:03 Por: Divulgação Por: Redação BNews

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou nesta quinta-feira (8) que vai acatar a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), e vai instalar a "CPI da Covid". Porém, o senador criticou a determinação.

Na avaliação de Pacheco, uma CPI para apurar a responsabilidade do governo federal no enfrentamento da pandemia da covid-19 pode se tornar "palanque político para 2022".

"Se antecipa as eleições no âmbito de uma comissão parlamentar de inquérito, para intimar o governador A ou o governador B, ou um prefeito A ou um prefeito", criticou.

Na decisão liminar, o ministro Barroso decidiu que a Presidência do Senado não tem a prerrogativa de deixar de instalar pedidos de CPIs que preencham todos os pré-requisitos técnicos. Para Pacheco, o magistrado desconsiderou o "juízo de conveniência" que julga ter, podendo decidir um momento mais adequado para a investigação.

"A CPI de pandemia vai ser um ponto fora da curva. E, para além de um ponto fora da curva, vai ser o coroamento do insucesso. Como se pode apurar o passado se não definimos o futuro?", questiona Pacheco.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar