Política

Vereador diz que APLB presta "desserviço" a Salvador; oposição rebate

[Vereador diz que APLB presta "desserviço" a Salvador; oposição rebate]
11 de Maio de 2021 às 16:16 Por: Reprodução/TV Por: Henrique Brinco

Os vereadores Ricardo Almeida (PSC) e Marta Rodrigues (PT) tiveram uma pequena discussão durante a sessão ordinária desta terça-feira (11) sobre a volta às aulas em Salvador. O edil atacou a APLB-Sindicato, que rejeita o retorno dos professores às salas sem a vacinação completa da categoria e o período de imunização. Ele defendeu o retorno imediato às escolas.

"Subo a esta tribuna como um pai, um cidadão, preocupado com os meus filhos e com os filhos de cada cidadão desta cidade. Nós não podemos prorrogar mais a falta de aulas na cidade do Salvador. O Sindicado dos Professores, a 'APL do B' [sic], faz um desserviço  a esta cidade porque não representa a vontade majoritária dos professores que querem trabalhar", discursou.

"Esse insufle por parte daqueles que dizem representar a categoria, e aparecem grandes na véspera da eleição... É interessante, que às vésperas de cada eleição, cria-se um fato para dar visibilidade àqueles que se lançam ano a ano candidato, mas os sufrágios ainda não o fizeram sentar numa cadeira da Assembleia Legislativa para nossa tranquilidade e tranquilidade da socidade", alfinetou.

A líder de oposição, Marta Rodrigues (PT), pediu para que as ofensas contra a APLB fossem retiradas da ata. "Eu quero dizer aqui o respeito que eu tenho ao vereador Ricardo Almeida, mas quero pedir para retirar de ata onde ele se referiu a 'APL do B' e trazendo expressões que não são comuns utilizar nesta casa. A APLB é uma entidade séria", rebateu.

Leia também:
Professores rejeitam proposta de Bruno Reis e mantêm suspensão de aulas presenciais
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar