Política

CPI da Covid: Senador governista pede que Renan Calheiros seja tirado da relatoria

[CPI da Covid: Senador governista pede que Renan Calheiros seja tirado da relatoria]
18 de Maio de 2021 às 09:49 Por: Reprodução/YouTube Por: Luiz Felipe Fernandez

O senador Marcos do Val (DEM), um dos integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mais atuantes em defesa do Palácio do Planalto, tentou novamente obstruir o início da sessão desta terça-feira (18), antes que fosse dado o início à oitiva do ex-ministro Ernesto Araújo. 

Ele sugeriu a troca do relator Renan Calheiros (MDB), acusando o cacique de ser "passional".

Segundo o demista, as ações movidas no Supremo Tribunal Federal (STF), como o habeas corpus impetrado pela defesa do general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para que pudesse ficar em silêncio durante o depoimento, são reflexo do comportamento de Calheiros e que atrapalham o andamento da CPI.

"Queria sugerir que o senador Randolfe assumisse a relatoria, ainda mais agora que os convidados estão fazendo junto ao STF e estará atrapalhando os trabalhos da CPI. Queria propor a troca, para ver se há a possibilidade de avançar com um relator menos passional", disse Marcos do Val.

O presidente da Comissão, o senador Omar Aziz (PSD), reconheceu possíveis excessos durante os questionamentos aos entrevistados, mas diz que existem de ambos os lados. Ele reafirmou o seu "respeito" ao senador Renan Calheiros e lembrou que ele não tem interesse eleitoral, uma vez que não é candidato em 2022.

Aziz ironizou ainda a tentativa dos depoentes de acionarem o STF, já que parte dos bolsonaristas são favoráveis ao fechamento da Corte.

"É bom a gente ver algumas pessoas irem ao Supremo pedir auxílio, até porque outro dia estavam querendo tocar fogo, queimar o STF. As mesmas pessoas, literalmente, queriam fechar o Supremo. Agora já não, estão pedindo ajuda para que possam chegar aqui e ficar calado [...] o senador Renan tem o meu respeito e da maioria que está aqui", rebateu o presidente da CPI.

O baiano Otto Alencar (PSD) acompanhou o presidente e colega de partido e reiterou o seu voto ao atual relator Renan Calheiros.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar