Política

Comissão de Agricultura da AL-BA rejeita moção de repúdio a declaração do governador sobre vacina e defensivos agrícolas

[Comissão de Agricultura da AL-BA rejeita moção de repúdio a declaração do governador sobre vacina e defensivos agrícolas]
18 de Maio de 2021 às 17:16 Por: Reprodução/Arquivo BNews Por: Marcos Maia

A Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) rejeitou uma moção de repúdio nesta terça-feira (18) quanto a declarações feitas pelo governador Rui Costa (PT) sobre defensivos agrícolas. O BNews conversou na tarde desta terça-feira (18) com o deputado estadual Paulo Câmara (PSDB), autor do documento. 

À reportagem, ele explicou que o colega de parlamento, Sandro Régis (DEM), vice-presidente do colegiado, se associou a ele na moção, e lamentou que a iniciativa não tenha prosperado. Apenas os dois se manifestaram favoráveis à proposta.

"Entendo que a casa deva ser suprapartidária. Compreendo e respeito a decisão dos colegas mas discordo completamente. Até porque quem defende o agronegócio não pode compactuar com uma declaração infeliz, desnecessária e danosa ao setor", opinou.

Anteriormente, o governador do Estado sugeriu que, se a vacina contra a Covid-19, Sputnik V, fosse um defensivo agrícola, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) teria aprovado o seu uso rapidamente. 

Na avaliação de Câmara, o governador é contrário ao agronegócio, e a comparação entre vacina e agrotóxicos foi "groceirra". No mesmo sentido, Régis opinou que a declaração do Chefe do Executivo foi "desastrosa". 

Para o democrata, a predominância de deputados governistas na comissão, presidida pela deputada Jusmari Oliveira (PSD), explica o fato da moção não ter sido aprovada. 

"[A declaração] prova uma total falta de respeito com um segmento da sociedade que gera empregos e representa parte do PIB da Bahia, que é o agronegócio. Foi de tamanha infelicidade", concluiu o vice-presidente da comissão.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar