Política

Presidente da CPI diz que suspensão do depoimento de Pazuello não tem relação com general ter passado mal

[Presidente da CPI diz que suspensão do depoimento de Pazuello não tem relação com general ter passado mal ]
19 de Maio de 2021 às 18:15 Por: Jefferson Rudy/Agência Senado Por: Redação BNews

O presidente da CPI da Pandemia Omar Aziz (PSD) refutou a tese de que a oitiva do ex-ministro da Saúde, e general da ativa, Eduardo Pazuello acabou tendo de ser interrompida porque o militar se sentiu mal. "Se ele teve uma indisposição, não posso avaliar. Não sou médico", disse à GloboNews.

Aziz explicou que o fato de haver mais de uma matéria na ordem do dia do Senado, e mais de 20 senadores ainda inscritos para intervir no depoimento, foi considerado no momento de suspender a continuidade da sessão.

O presidente da comissão também disse que o general da ativa garantiu que teria condições de responder aos questionamentos dos parlamentares ainda nesta quarta (19).

Também em entrevista à GloboNews, o senador Otto Alencar (PSD), disse que Pazuello teve uma síncope vasovagal, condição que causa desmaios e fraqueza muscular quando a pessoa fica por muito tempo em uma posição. O perfil do Senado Federal no Twitter também informou que Pazuello teve um mal-estar e foi atendido pelo baiano.

Instantes antes da declaração de Azizi, o senador Marcos Rogério (DEM), que é um dos membros titulares da CPI da Pandemia, usou suas redes sociais para afirmar que a informação de que o ex-ministro da Saúde havia passado mal não tinha procedência.

"Não procede a informação de que o ex-ministro da Saúde Pazuello passou mal. A sessão foi suspensa em função da Ordem do Dia", escreveu. Mensagem com semelhante teor também foi compartilhada pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni (DEM), na mesma rede social. "Melhorem, 5ª série. Medíocres", disse.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar