Política

Mourão diz que ministro do STF deve ter "fortes indícios" para abrir investigação contra Salles

[Mourão diz que ministro do STF deve ter "fortes indícios" para abrir investigação contra Salles]
21 de Maio de 2021 às 08:31 Por: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Por: Redação BNews

Depois do presidente Jair Bolsonaro sair em defesa do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, investigado pela Polícia Federal, o vice Hamilton Mourão admitiu que o ministro Alexandre de Moraes deve ter "indícios fortes" para autorizar a operação.

Intitulada de "Akuandaba", a operação autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) apura crimes contra a administração pública praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro.

O general, contudo, disse que não se pode "condenar" de início.

"Toda história tem dois lados, por isso tem que fazer uma investigação policial, não pode condenar a priori. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, ao autorizar provavelmente reconheceu que existem indícios fortes, se não, não teria autorizado", declarou Mourão.

Ainda nesta quinta-feira (20), Salles se defendeu e chamou as medidas da operação de "desncessárias".

"A Polícia Federal foi ao Ministério do Meio Ambiente. Eu fui lá, encontrei o delegado e soube que também estiveram em outros locais. Essas medidas são desnecessárias, na medida que o Ministério e todos os funcionários poderiam ter ido, se chamados, para a PF", disse o titular da pasta.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar