Política

"O presidente foi vítima de uma ação política partidária e ideológica", diz Rui sobre Lula

["O presidente foi vítima de uma ação política partidária e ideológica", diz Rui sobre Lula]
21 de Maio de 2021 às 11:13 Por: Dinaldo Silva/BNews Por: Nilson Marinho e Brenda Viana

Após Lula confirmar publicamente que vai concorrer à presidência em 2022, o governador Rui Costa (PT) disse que fica feliz vendo as pesquisas sobre a possível vitória do ex-presidente no ano que vem. A informação foi dada durante coletiva de imprensa, nesta sexta (21), ao entregar uma obra de macrodrenagem no Dique do Cabrito

"Vocês conhecem a minha posição, acho que pesquisa antecipada, seja favor contra, não é resultado de eleição. Eu não comemoro pesquisa antecipada, mas eu digo que fico feliz, independente dos números, porque o presidente Lula foi perseguido por uma ação política institucional e que os próprios ministros do STF[Supremo Tribunal Federal] classificaram, não sou eu que estou classificando, eles declararam a maior crise no sistema judiciário brasileiro ocorreu naquele episódio com presidente Lula. Então, acho que chega à conclusão de que realmente o presidente foi vítima de uma ação política partidária e ideológica e que algumas pessoas utilizaram do sistema judiciário brasileiro para fazer política", comentou ao BNews.

O governador afirmou que a população tem comparado a realidade antiga, enquanto Lula estava no poder, com o atual governo Bolsonaro. "Quantas casas foram construídas, qual era a minha renda, passava fome ou não. Pessoas comparam com a realidade hoje: desempregado, na miséria, não tem casa construída, não tem programa de saúde, de educação. O país mergulhou no caos. O povo disse chega desse negócio", falou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar