Política

Exército irá abrir apuração disciplinar sobre presença de Pazuello em palanque de Bolsonaro no Rio de Janeiro

[Exército irá abrir apuração disciplinar sobre presença de Pazuello em palanque de Bolsonaro no Rio de Janeiro]
24 de Maio de 2021 às 17:18 Por: Fernando Frazão/Agência Brasil Por: Redação BNews

O comandante do Exército, Paulo Sergio Nogueira de Oliveira, decidiu abrir um procedimento formal para apurar se o general de divisão e ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello transgrediu os regulamentos militares ao participar de um ato pró- Bolsonaro no último domingo (23), no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pela coluna da jornalista Malu Gaspar, no jornal O Globo. 

Por ser da ativa, o ex-ministro é proibido pelo Estatuto dos Militares e pelo Regulamento Disciplinar do Exército de participar de manifestações políticas coletivas. 

Na conversa entre o comandante do Exército e o ministério da Defesa Walter Braga Netto, ficou decidido que Pazuello terá um prazo para apresentar razões de defesa, que deve ser de alguns dias. Depois disso, o comandante vai tomar uma decisão.

A expectativa é que Pazuello seja enviado para reserva como forma de punição. Caso essa medida seja tomada, o ex-ministro estaria livre para alçar carreira política. O nome de Pazuello é especulado como candidato bolsonarista ao Senado ou ao governado estadual no Amazonas.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar