Política

Após críticas de Otto, Eduardo Girão diz que senador baiano tem protagonizado 'festival de atrocidades' na CPI

[Após críticas de Otto, Eduardo Girão diz que senador baiano tem protagonizado 'festival de atrocidades' na CPI]
10 de Junho de 2021 às 20:56 Por: Geraldo Magela/Agência Senado Por: Redação Bnews

Após receber críticas do senador Otto Alencar (PSD-BA), o também senador Eduardo Girão (Podemos-CE) afirmou ao programa BNews Agora, nesta quinta-feira (10), que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid tem sido palco de um “festival de atrocidades”, protagonizado pelo parlamentar baiano. 

“Tenho o maior respeito por Otto e não sou de dar troco, não gosto da agressividade. Agora, quem assiste a CPI vê que está sendo palco de um festival de atrocidades. O que aconteceu com a oncologista Nise Yamaguchi foi um espancamento. Isso não se faz com ninguém, temos que ter respeito. Não podemos nos dirigir a um depoente para dizer ‘vou te ensinar’ ou fazer uma pergunta e não deixar a pessoa falar”, afirmou ele.

Após Girão pedir que Bruno Dauster, ex-secretário da Casa Civil da Bahia, fosse ouvido pela CPI, Otto afirmou que o parlamentar “faz uma política muito rasteira” porque “é candidato a governo do Ceará” nas eleições de 2022 e, portanto, teria o objetivo de atingir o Consórcio Nordeste e o atual gestor cearense, Camilo Santana (PT).

Em maio, uma sessão da CPI foi suspensa após bate-boca entre Otto e Girão.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar