Política

Com resistência a André Mendonça no STF, nome de deputado federal ganha força, diz coluna

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Marcos Pereira (Republicanos-SP) é evangélico e ficaria mais de 20 anos no Supremo Tribunal Federal, dois requisitos para Jair Bolsonaro

Publicado em 12/10/2021, às 10h49    Luis Macedo/Câmara dos Deputados    Redação BNews

Integrantes do Palácio do Planalto avaliam que cresce a chance de um "azarão" se beneficiar da resistência que o ex-advogado-geral da União André Mendonça enfrenta para compor o Supremo Tribunal Federal (STF).

Para auxiliares do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de acordo a jornalista Bela Megale, do O Globo, a vaga pode acabar no colo do deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP). O parlamentar é presidente nacional do partido ligado à Igreja Universal.

Leia mais: Bolsonaro diz que indicará outro evangélico se Senado recusar Mendonça ao STF

Segundo a publicação, desde o início do ano, Pereira se mobiliza para ocupar a vaga no corte, mas ainda não apareceu como um nome competitivo. O deputado, no entanto, ganha força entre auxiliares de Bolsonaro, em um momento que quadros do Centrão que integram o governo trabalham contra a aprovação de Mendonça, tido como lavajatista.

Com o ex-chefe da Advogacia-Geral da União (AGU) em baixa e outras opções do presidente descartadas, ministros e interlocutores acreditam que as chances de Marcos Pereira podem crescer caso o atual indicado seja rejeitado na sabatina do Senado.

O presidente nacional do Republicanos é evangélico e ficaria mais de 20 anos no STF, dois requisitos para o presidente.

Leia também:

Apoio declarado a André Mendonça no Senado diminui, diz jornal

Malafaia critica ministros por jantar com Renan Calheiros e cobra apoio a André Mendonça

Bolsonaro cogita concorrer a reeleição pelo Republicanos

Nomeação de João Roma foi definida após aval de presidente do Republicanos

Republicanos pode ser destino de Bolsonaro, afirma coluna

Classificação Indicativa: Livre