Política

TCU vai investigar indícios de irregularidades no Enem

Agência Brasil

Publicado em 19/11/2021, às 07h41    Agência Brasil    Redação BNews

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai investigar as suspeitas de irregularidades no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)

O órgão atendeu a um pedido de deputados da oposição que querem saber se houve interferência na elaboração da prova, marcada para os próximos domingos (21 e 28).

A investigação deve se concentrar na "fragilidade técnica e administrativa relacionadas às interferências na gestão" do Inep no processo, que pode ter sido submetido à censura de membros do governo Bolsonaro.

Nesta quinta-feira (18), tanto Câmara quanto o Senado formaram grupos de trabalho para a apurar as denúncias de possíveis irregularidades e interferências do governo no Enem após a demissão de 37 servidores do órgão.

“A Câmara constituiu um grupo de trabalho e o Senado outro. A ideia é que eles trabalhem como se fossem uma comissão mista para avaliar as verdadeiras razões das demissões e ir a fundo e saber por que 37 servidores estáveis e concursados pediram exoneração em conjunto. A gente antevê que algo muito grave aconteceu”, disse o presidente da Comissão de Educação do Senado, senador Marcelo Castro (MDB-PI), em entrevista à CNN Brasil.

O objetivo é que a Comissão ouça alguns dos servidores que pediram demissão, para apurar se eles foram pressionados ou se presenciaram interferência ideológica nas questões.

Classificação Indicativa: Livre