Política

Neto rebate Kertész: "a cidade pode se auto-sustentar"

[Neto rebate Kertész: "a cidade pode se auto-sustentar"]
14 de Agosto de 2012 às 11:46 Por: Marivaldo Filho (Twitter: @marivaldofilho)
O candidato do PMDB à prefeitura de Salvador, Mário Kertész, declarou na noite desta segunda-feira (13), entrevistado pelo programa Se Liga Bocão, da Rádio Itapoan, que acredita que ACM Neto, caso seja eleito, terá muitas dificuldades em trazer recursos federais para a cidade porque faz parte do partido que mais se opõe a atual gestão. Já o democrata, na apresentação do seu Plano de Governo, também na noite desta segunda, no Hotel Fiesta, rebateu. Disse que é possível que a cidade se auto-sustente e que, para isso, é necessário que se mude o modelo de gestão municipal.
 
Kertész usou o fator "experiência" para defender sua tese e, de quebra, alfinetar o concorrente. "Salvador não é uma cidade fácil de se governar. Não é para iniciantes. Neto é o que mais vai ter dificuldades em trazer recursos para Salvador. Não existe esse papo de ser auto-suficiente. Vai ser muito complicado para ele", declarou o peemedebista. Como trunfo a favor para ajudar na 'governabilidade', Kertész usou o vice-presidente da República. "Quero ver se eu sair com Michel Temer pelos ministerios para trazer recursos para Salvador se eu não vou conseguir", gabou-se.
 
Já Neto, para alcançar a tal autosuficiência financeira, falou sobre a sua estratégia de governo que envolve responsabilidade com os gastos, combate à corrupção e crescimento da arrecadação. O democrata também reafirmou a importância das Parcerias Público-Privadas (PPAs), para atingir o objetivo. "Salvador precisa de uma prefeitura que saiba andar com as próprias pernas. Essa cidade é viável", rebateu.


Plano de Governo
 
Na apresentação do Plano de Governo, Neto diagnosticou o que, para ele, são os principais problemas da cidade: aumento no índice de homicídios, mobilidade urbana e desorganização foram destacados. Aliás, entre os poucos pontos positivos da atual gestão de Salvador, o democrata enalteceu o trabalho que está sendo feito na Educação, em que o secretário municipal, João Carlos Bacelar, já confirmou apoio ao projeto. "Uma das raríssimas exceções deste governo", criticou Neto.
 
Se eleito, o democrata prometeu "um choque de gestão para colocar ordem na casa". Entre as ações previstas:a criação de pontos administrativos da prefeitura nos bairros, a implantação do Centro de Operações da Cidade, instalação de câmeras de videomonitoramento, semáforos inteligentes e o Disque Salvador, com o objetivo de aumentar o diálogo entre a admnistração e a população.
 
ACM Neto prometeu ainda fazer com que o problema da violência urbana seja combatido pela prefeitura. Para isso, prentende criar a Secretaria de Prevenção à Violência, para articular ações para enfrentar o problema.

Fotos: Roberto Viana// Bocão News
Nota originalmente publicada às 21h46 do dia 13
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar