Política

UPB: base continua rachada e bate-chapa parece inevitável

[UPB: base continua rachada e bate-chapa parece inevitável]
11 de Janeiro de 2013 às 13:15 Por: Luiz Fernando Lima (twitter: @limaluizf)


 

A reunião do conselho político da base do governador Jaques Wagner realizada na manhã desta sexta-feira (11) não foi suficiente para a construção de um consenso em torno da candidatura à presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB). Ao final do encontro matutino, Rilza Valentim (PT), de São Francisco do Conde, e Wilson Cardoso (PSB), de Andaraí, permaneciam com a postulação incólume.

O secretário de Relações Institucionais, Cezar Lisboa, tenta apaziguar a situação, mas enfrenta a resistência de ambas as partes. De acordo com ele, a decisão deve ser tomada ainda na tarde de hoje. O articulador trabalha com a ideia de construir uma candidatura única da base e que o nome seja definido a partir de alguns critérios. Estes critérios é que devem pautar a reunião vespertina.

Cardoso revelou, em conversa com a reportagem do Bocão News, que existem setores da própria base dando demonstrações de que não confiam nos aliados. “Nós havíamos combinado que o nome seria tirado do grupo inicial que se colocou como pré-candidato, Rilza nem era cogitada. Vou esperar até segunda-feira (14) , às 12h, para ver se é possível a aliança, caso contrário vou registrar a candidatura”.

Não por acaso, o socialista faz questão de ressaltar que José Ronaldo (DEM), prefeito de Feira de Santana, foi o “melhor presidente que a entidade teve”. Com isso, atinge o atual dirigente, Luiz Caetano (PT), ex-prefeito de Camaçari, apontado nos bastidores como o principal defensor da candidatura de Rilza e que vem impondo resistência ao nome do gestor de Andaraí.

A reportagem do Bocão News tentou contato com Rilza Valentim, Luiz Caetano e Jonas Paulo, presidente do PT, não houve resposta.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar