Política

Secretário de Transporte diz que não negocia dívidas com empresas de ônibus

[Secretário de Transporte diz que não negocia dívidas com empresas de ônibus]
14 de Janeiro de 2013 às 08:09 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
Após a operação “choque de ordem” nos estacionamentos irregulares da Barra e em outros pontos da cidade, o secretário de Transporte e Urbanismo, José Carlos Aleluia pretende trabalhar contra os engarrafamentos na porta das escolas de Salvador. “Ou fazem um pacto de convivência com a cidade, ou vou cassar os alvarás”, disse em entrevista para o jornal A Tarde.

Antes, o diálogo está aberto. “A Sucom já está conversando com os colégios. Se eles abrirem o espaço (as escolas) para que os alunos cheguem mais cedo e para que saiam mais tarde, melhorar a vida da cidade. Alguns colégios vão ter que fazer investimento, porque os pais não vão poder parar na pista de rolamento ou numa avenida importante para pegar o filho na escola. A mesma coisa vai ser nas festas, que não poderão ocorrer sem autorização da prefeitura”, diz.

Polêmico, o secretário alegou também que não pretende quitar uma suposta dívida da prefeitura com empresas de ônibus. “Não vamos pagar este débito. Se essa dívida eventualmente existe, quando apurada, vai virar precatório”, promete o secretário, que justifica a falta de diálogo para não perder tempo em sua gestão. “Essa coisa de dívida das empresas de ônibus e para tratar na justiça. Quero reassumir o poder concedente e estabelecer as regras o mais rápido possível o lançamento das licitações. Os empresários já deixaram claro, aqui na minha sala, que não vão ser empecilho para tentar judicializar o processo. Da mesma maneira, nos seremos transparentes e vamos ter um sistema integrado, com uma tarifa única e com equipamentos modernos”, explica.

Quantos aos transportes clandestinos, o secretário alega que este não é o momento de organizá-los. “Eu só vou tratar de transporte clandestino na hora que eu legalizar os transportes que se dizem oficiais. Na hora que eu tiver uma relação estabelecida do poder concedente com empresas prestadoras de serviço de transportes, nós não vamos deixar clandestino operar”, garante.

E falando em transporte, novidade mesmo está nos acertos entre o município e o governo do Estado, que segundo o secretário, atuarão juntas na transferência do sistema de trens do subúrbio e metrô para o estado. “Estou muito entusiasmado com o avanço das negociações com o governo estadual. Já definimos as linhas gerais. O estado decidiu fazer o metrô da Paralela até Lauro de Freitas, uma decisão tomada que não nos cabe discutir. Nós, da prefeitura, vamos ajudar a realizar este projeto que vai ser bom para a cidade. Vamos mudar o plano da cidade no sentido de adensar esse espaço do metrô. Morar perto da estação do metrô é o sonho de qualquer pessoa em uma grande cidade. Então, vamos ter uma estação do metrô em Pituaçu, o que vai valorizar aquela área”, conta.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar