Política

Ilhéus pode perder dois monumentos históricos

[Ilhéus pode perder dois monumentos históricos]
16 de Janeiro de 2013 às 17:30 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
Em Ilhéus, no sul da Bahia, dois dos monumentos históricos mais visitados pelos turistas correm sérios riscos de ter as portas fechadas.

De acordo com informações publicadas na coluna Satélite, do Correio, nesta quarta-feira(16), o prefeito da cidade, Jabes Ribeiro (PP), recebe nesta quarta o resultado das perícias técnicas feitas no Teatro Municipal, inaugurado em 1935, e na casa onde o escritor Jorge Amado viveu parte da juventude, concluída em 1926 e que atualmente é a sede da fundação batizada com o nome do romancista baiano.

Ainda segundo a coluna, em vistoria preliminar, os engenheiros da prefeitura detectaram perigo real de desabamento nos imóveis tombados pelo município. Na semana passada, outro símbolo arquitetônico dos anos dourados da região cacaueira, a Biblioteca Municipal, interditada pelo mesmo motivo.

Na terça-feira (17), antes de receber o laudo definitivo sobre os cartões-postais do Centro Histórico de Ilhéus, Jabes Ribeiro anunciou o cancelamento do Carnaval deste ano. Segundo o prefeito, a decisão veio a reboque da crise financeira deixada de herança por seu antecessor, Newton Lima (PSB).

Entre os problemas que Jabes diz ter encontrado ao assumir está o rombo estimado em cerca de R$ 3 milhões, bancos envolvidos nas operações já ativaram advogados contra o ex-prefeito.

Matéria originalmente publicada às 09h26 do dia 16/01.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar