Política

Guilherme se prepara para dar força à nova corrente petista na Bahia

Imagem Guilherme se prepara para dar força à nova corrente petista na Bahia

Prefeito de Vitória da Conquista é uma das lideranças do Movimento PT no estado

Publicado em 23/01/2013, às 15h32        Luiz Fernando Lima (twitter: @limaluizf)


O prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes (PT), esteve na manhã desta quarta-feira (23) na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB) para “cumprir com o dever” na eleição para o próximo presidente da entidade dos gestores. Seguiu a orientação partidária e declarou a preferência por Maria Quitéria (PSB), de Cardeal da Silva.

Guilherme não adentrou nas questões que o levaram a optar por Quitéria em detrimento de Wilson Cardoso, também PSB, de Andaraí. “Penso que independente de quem vencer, a entidade vai representar o projeto do municipalismo”.

Outros assuntos

O prefeito de Conquista participa no próximo sábado (26) do lançamento oficial da corrente Movimento PT na Bahia. A ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, líder da tendência interna, estará em Salvador para o evento. De acordo com Guilherme, o agrupamento vai buscar ferramentas para discutir a necessidade de melhorar as relações internas do partido.

Com uma eleição marcada para novembro, chamada de PED 2013, o prefeito entende que é necessário reestruturar o partido para prepará-lo para eleição de 2014. Na Bahia, alguns nomes começam a aparecer para suceder Jonas Paulo. Entre os quais o do deputado estadual Marcelino Galo, que também encabeça à nova tendência na Bahia.

Questionado sobre a possibilidade de Galo voltar a presidir o partido no estado, Guilherme não titubeou. “Ele já foi presidente e um bom presidente. É um nome sempre a ser lembrado. Marcelino já tem uma história comprovada de competência”.

Denúncias

Candidato derrotado no segundo em Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), declarou nas últimas semanas que entregou nas mãos do presidente estadual da sigla um dossiê contendo irregularidades supostamente cometidas por Guilherme. O prefeito reeleito diz que no momento oportuno, quando o Ministério Público ou órgão competente receber o processo, ele vai se posicionar e se defender.

Classificação Indicativa: Livre