Política

Nilo afirma: eu tenho lado

[Nilo afirma: eu tenho lado]
24 de Janeiro de 2013 às 08:16 Por: Luiz Fernando Lima (twitter: @limaluizf)


 

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), sempre que pode coloca seu nome como um dos prováveis candidatos à sucessão de Jaques Wagner. O vice-governador, Otto Alencar (PSD), no sentido contrário, sempre nega a possibilidade.

Os dois começaram a se alfinetar publicamente e enquanto o presidente estadual do PSD preferiu não se posicionar em relação à sucessão de Luiz Caetano na presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB), Nilo foi para cima. “Eu sou um político que tenho lado. Quando vou para o campo de futebol e tem dois times jogando. Eu escolho um para torcer”.

De acordo com Nilo, o apoio massivo das direções partidárias à candidatura de Maria Quitéria, de Cardeal da Silva, é um dos fatores. O presidente da Assembleia Legislativa, deve engatar o quarto mandato consecutivo, ressalta que os prefeitos que o apóiam também “estão com Quitéria”.

Sobre o início do ano legislativo, Nilo se mostra entusiasmado. “Estou empolgado com 2013. O ano passado é um ano para ser esquecido. Tivemos a pior seca dos últimos 50 anos. O país cresceu pouco”. Quem espera o aprofundamento do debate sobre as mudanças do regimento interno da Casa, inclusive, no que tange à restrição da reeleição para presidência, pode ter de esperar um pouco mais. “O regimento favorece a oposição. A oposição tem que ser tratada com respeito e carinho. Agora, se líderes chegarem a um acordo eu coloco para votar”.

Nota originalmente postada às 16h do dia 23


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar