Política

“Os chineses precisam ganhar confiança para virem para a Bahia”, diz Wagner

[“Os chineses precisam ganhar confiança para virem para a Bahia”, diz Wagner]
24 de Janeiro de 2013 às 08:41 Por: Roberto Viana Por: Leonardo Santana (Twitter: @leosouzasantana)
O governador Jaques Wagner (PT) convocou a imprensa para uma entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (23), no gabinete da Governadoria, para tratar da viagem à China, na qual teve reuniões importantes com grandes empresários dos mais diversos ramos. Quem esperava o anúncio do secretariado nesse encontro, acabou frustrado. O governador disse estar ainda “confuso” com o fuso horário e a viagem que fez, prorrogando assim a divulgação do nome dos novos secretários. O petista divulgou que fez uma viagem intensa, aonde chegou a ter de quatro a cinco reuniões por dia.

Entre as principais reuniões, Wagner citou o encontro com a Bomco, subsidiária da PetroChina, onde houve uma reunião com toda direção na cidade de Xi’an e visitou a fábrica onde produz estruturas de perfuração e prospecção de petróleo.  A direção da empresa confirmou a construção de uma unidade na Bahia para fabricar equipamentos para a exploração de petróleo.

Outra reunião importante citada pelo petista foi com os empresários da Foton, uma produtora automotiva de caminhões, vans e ônibus, que se instalará na Bahia. Wagner esteve também com a direção da Agência de Desenvolvimento da China, estabelecendo diversas parcerias. O governador teve ainda um encontro com a empresa Mundo Verde, que segundo ele, já está se instalando em Barreiras, no processamento de soja. Além destas, o petista se reuniu com empresas na área de energia solar, de mineração, de fibra de vidro, além da petroquímica Baltar.

“Antes de ir para o aeroporto, tivemos um encontro com o embaixador brasileiro na China, Clodoaldo, onde teve a presença de mais de 40 empresários chineses fazendo contatos”, disse o petista. “A cultura dos chineses é bem diferente. Eles são bem cautelosos e têm uma forma de funcionamento diferente daqui. Os chineses precisam ganhar confiança para virem para a Bahia.”, ressaltou Wagner sobre a forma como tem tratado as negociações com os chineses, consolidando o relacionamento importante na área comercial entre a Bahia e a China.

Sobre os investimentos que serão feitos, o governador disse que não há como precisar os valores, mas que deve ultrapassar R$ 1,6 bilhões. “Em relação às vantagens que demos aos chineses para que eles pudessem se instalar aqui, não há novidade. Daremos terreno e incentivos fiscais”.

De acordo com o governador, no próximo dia 15 de março, empresários do ramo de fibra de vidro virão à Bahia. Em Abril é a vez dos investidores do ramo de energia solar visitarem o estado.


Foto: Roberto Viana // Bocão News
Nota originalmente postada às 17h51 do dia 23
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar