Política

Paulo Azi critica Solla "por ataques pessoais" a Pedro Lino

[Paulo Azi critica Solla "por ataques pessoais" a Pedro Lino]
31 de Janeiro de 2013 às 06:39 Por: Marivaldo Filho (Twitter: @marivaldofilho)
O líder da bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Paulo Azi (DEM), criticou a postura do secretário estadual Saúde, Jorge Solla, em relação ao que considera "ataques pessoais" do titular da pasta ao conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Pedro Lino.
 
“Jorge Solla tem que entender que vivemos num regime democrático. É função constitucional do TCE fiscalizar o governo. Não tem cabimento que ele continue usando como defesa o ataque pessoal ao conselheiro Pedro Lino”, declarou o democrata Azi.
 
Para Azi, o esclarecimento das irregularidades da secretaria estadual de saúde, apontadas pelo relatório do conselheiro, deve ser feito com argumentos e não com agressões. “Não é a primeira vez que o secretário Solla reage de forma hostil às críticas, quando deveria dar satisfações convincentes à sociedade. É, no mínimo, suspeito tentar desqualificar um conselheiro que procura exercer com independência a sua função”, insinuou o parlamentar.
 
Tudo começou com o  parecer do Ministério Público da Bahia (MP-BA) que atestou não haver irregularidades em cobranças de encargos sociais da Fundação José Silveira. A posição do MP foi usada pelo secretário estadual de Saúde como arma de ataque ao conselheiro Pedro Lino. “Não cabe a um conselheiro do Tribunal de Contas agir como o conselheiro Pedro Lino. Age como um deputado da oposição, faz discurso panfletário, usando um documento cheio de mentiras e acusações sem base", disparou Solla.    

Publicada no dia 30 de janeiro de 2013, às 15h49
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar