Política

Nilo: Capitão Tadeu "quer subir nas minhas costas"

[Nilo: Capitão Tadeu "quer subir nas minhas costas"]
13 de Novembro de 2013 às 08:15 Por: Alessandro Isabel (twitter: @alesandroisabel)
O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Marcelo Nilo (PDT), está irredutível. Mesmo com o governador Jaques Wagner (PT) demonstrando claros sinais de que o candidato que representará a base na disputa pelo Governo do Estado em 2014 será petista, ele permanece afirmando que vai realizar o sonho de ter oseu nome na urna eletrônica com o número do partido: 12.

Na manhã desta quarta-feira (13), em entrevista na Rádio Sociedade da Bahia, Nilo rechaçou a possibilidade de aparecer no posto de vice em uma virtual dobradinha PT-PDT no embate agendado para outubro do próximo ano.

”Sou candidato ao posto de governador. Estou preparado para essa responsabilidade. Conheço os 417 municípios da Bahia e sei das necessidades de cada um. Quero deixar claro que não disse que não vou ser vice. Eu disse que não quero ser vice”, justificou.

Ainda sobre eleições 2014, o pedetista aguarda reciprocidade do governador Jaques Wagner, figura ao qual ele diz ser fiel. “Eu já apoiei o PT durante 24 anos. Quem apoia um dia merece receber apoio. Caso a escolha seja outra, em fevereiro vamos sentar para conversar”.

Mudando o rumo da conversa, o presidente falou sobre as declarações do companheiro de parlamento, deputado Capitão Tadeu (PSB). O socialista chamou o pedetista de “Malvadez Nilo”.

Não sou homem de ficar em cima de muro. Ele quer subir nas minhas costas. O Capitão Tadeu tá querendo subir às custas de quem já subiu. Ele é meu grande amigo. Me manda mensagem toda hora. Diz que sou um grande presidente, mas como eu não respondo, ele fica assim. Tadeu tá nervoso porque está sub júdice lá em Brasília e a qualquer momento pode deixar o mandato de deputado. Uma coisa eu aprendi: ninguém joga pedra em árvore que não dá fruto”, ironizou. 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar