Política

Tadeu tenta ser parte, mas encontra resistência dentro do próprio movimento

Imagem Tadeu tenta ser parte, mas encontra resistência dentro do próprio movimento

Deputado estadual tenta ser reconhecido como mediador do processo

Publicado em 17/04/2014, às 06h51        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

O deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) busca se consolidar como um legítimo representante da categoria policial. Na última greve, em 2012, bradou ao atribuir ao governador Jaques Wagner a responsabilidade pela paralisação.

O parlamentar declarou ainda que se prontificou a mediar as negociações e não foi ouvido. Desta vez, a diferença está na situação política do candidato a deputado federal. Ele deixou de ser da base e partiu para a luta franca.

Dito isso, a reportagem do Bocão News ouviu diversos policiais que estão mobilizados e integram o movimento paredista. Quase a totalidade identifica o vereador Marco Prisco como uma liderança da categoria e não vê em Tadeu a mesma representatividade.

Ao creditar às questões políticas eleitorais a deflagração da greve, Wagner foi rechaçado por diversos grevistas, no entanto, muitos destes apontam às atitudes de Tadeu como algo oportunista e chegam a dizer que está de paraquedista nesta história.

Publicada no dia 16 de abril de 2014, às  20h49

Classificação Indicativa: Livre