Política

Clima tenso faz presidente do PT chamar ACM Neto de mesquinho e invejoso

Imagem Clima tenso faz presidente do PT chamar ACM Neto de mesquinho e invejoso

Everaldo Anunciação devolve críticas feitas pelo prefeito de Salvador

Publicado em 01/07/2014, às 05h56        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

As declarações feitas pelo prefeito ACM Neto (DEM) sobre a quantidade de pessoas que compareceram à convenção do PT, sexta-feira (27), em Salvador, foi rebatida por Everaldo Anunciação, presidente do partido na Bahia. De acordo com as palavras de Neto, o evento petista não atraiu os 20 mil militantes, e sim cerca de três ou quatro mil pessoas que foram pagas e transportadas para o Centro de Convenções, local do encontro.

Nesta segunda-feira (30), Everaldo tratou de sair em defesa da sigla e atacou o demista. Para o presidente regional, ACM Neto “demonstra sua falta de humildade, como homem público, quando, em vez de ressaltar as qualidades e a força dos seus candidatos, tenta minimizar as ações dos seus adversários”, publicou em nota aberta no site do partido.

Everaldo classificou de “mesquinha” a afirmação do prefeito. Também disse que Neto sentiu “inveja” ao comparar os eventos do governo e oposição que promoveu a convenção no Espaço Unique, segundo ele, cabem apenas 1.500 pessoas.

O presidente regional do PT também observou que as declarações do prefeito mostram que ele deixou de lado a imagem de figura democrática, “que quis apresentar a população baiana, para se revelar na sua inteireza como representante da velha escola política na qual aprendeu”.

Certo da vitória de Rui Costa e de Otto Alencar nas urnas em outubro, Everaldo deu um conselho ao prefeito de Salvador: “procure trabalhar para ter obras e realizações a mostrar, como vêm fazendo o governo do Estado e o governo federal, realizações que terão continuidade com a eleição de Rui para o governo baiano, em vez de apelar para mesquinharias que não levam a nada de bom para o povo da Bahia”, concluiu.


Publicada no dia 30 de junho de 2014, às 12h05

Classificação Indicativa: Livre