Coronavírus

Após primeira morte por coronavírus na Bahia, Neto refuta suspender medidas restritivas: “as coisas ainda vão piorar”

[Após primeira morte por coronavírus na Bahia, Neto refuta suspender medidas restritivas: “as coisas ainda vão piorar”]
Por: Vagner Souza Por: Samuel Barbosa e Juliana Nobre 0comentários

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) disse que após a primeira morte confirmada por coronavírus na Bahia fica uma lição para a população de Salvador. Em entrevista ao BNews, na manhã deste domingo (29), o prefeito ressaltou que não vai suspender as medidas restritivas na capital baiana nos próximos dias.

Apesar da projeção de mortes estar abaixo do esperado pela Secretaria de Saúde da Bahia, o prefeito diz que não vai baixar a guarda. “Mas fica a lição que as coisas vão piorar. É preciso ter essa consciência. Cada vez mais tenho refutado qualquer tipo de hipótese de suspensão das medidas restritivas exatamente porque temos a consciência de que ainda não chegou a fase mais crítica e a cidade precisa estar preparada para enfrentar essa fase mais crítica”, ressaltou durante a entrega de 3 mil quentinhas a moradores de rua no Pelourinho em comemoração ao aniversário da cidade.

Além da primeira morte confirmada, a Bahia registrou neste domingo, 147 casos confirmados de infectados por coronavírus. Salvador concentra a maior parte com 94 casos.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas