Coronavírus

Para conter covid, acesso do público à AL-BA será proibido e apenas 15% dos servidores irão ao trabalho

[Para conter covid, acesso do público à AL-BA será proibido e apenas 15% dos servidores irão ao trabalho]
22 de Fevereiro de 2021 às 16:29 Por: Arquivo BNews Por: Redação BNews

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado estadual Adolfo Menezes (PSD), decidiu restringir ainda mais o acesso à Casa. A partir de terça-feira (23), o público externo não terá acesso ao local e apenas 15% dos servidores permanecerão em trabalho presencial. Só transitarão pelo Legislativo aqueles funcionários indispensáveis, que não possam exercer suas atividades em regime de home office. Os demais servidores permanecerão trabalhando de forma remota pelas próximas duas semanas, conforme recomendação de infectologista lotada no serviço médico da Assembleia.

“[Ficar em casa] é o melhor remédio para todos nessas duas semanas críticas. Não paralisaremos o Poder Legislativo – amanhã teremos votação –, porém com o mínimo de presenças, em respeito à saúde dos nossos colaboradores”.

O serviço médico da AL-BA apresentou um relatório pormenorizado da pandemia em Salvador, registrando o recrudescimento das infecções e reinfecções no estado – bem como cepas mutantes mais agressivas – com o incremento nos atendimentos e elevação da taxa de ocupação de leitos hospitalares. Ao menos 12 funcionários foram diagnosticados com a Covid-19, todos com sintomas leves, mas esse é o maior número de constatações desde o início da pandemia em março do ano passado.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar