Coronavírus

Rui Costa reforça proibição de missas, cultos e eventos na Bahia

[Rui Costa reforça proibição de missas, cultos e eventos na Bahia]
23 de Fevereiro de 2021 às 20:46 Por: Divulgação Por: Henrique Brinco

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), reforçou que estão suspensos todos os tipos de eventos que possam gerar aglomerações e confinamento de pessoas. Isso inclui missas e cultos religiosos. Ele falou sobre o assunto durante uma live nas redes sociais, nesta terça-feira (23).

"Já publicamos no decreto a suspensão de qualquer evento. Tinha liberado de até 200 pessoas, [mas agora] estão suspensos quaisquer eventos com quaisquer quantidades de pessoas. Por que, governador? Porque nos lugares confinados é onde o vírus mais se propaga", explicou, ao ser questionado por um internauta.

Ele voltou a dizer ainda que não descarta a possibilidade de decretar lockdown total na Bahia. "Se a situação se agravar ainda mais nos próximos dias, não vai ter jeito. Vamos ter que fechar tudo, suspender transporte, suspender o metrô e vamos passar duas semanas com tudo fechado. A Inglaterra estava até agora com tudo fechado e reduziu em 80% o contágio. Mas isso só vai acontecer se continuar crescendo. Por isso, quero reiterar o pedido de ajuda", avisou.

 Estado da Bahia registrou,  nas últimas 24 horas, 66 novas mortes pela Covid-19 e 5.025 novos casos da doença. As informações são do Boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) divulgados no final da tarde desta terça. Dos 660.506 casos confirmados desde o início da pandemia, 17.580 seguem ativos.

Leia também:
"Há possibilidade sim de haver fechamento total", avisa Rui Costa
Escolas estaduais da Bahia retomam aulas em março; veja calendário 
Jogo entre Bahia e Santos na Fonte Nova tende a ser mantido, segundo Rui Costa
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar