Coronavírus

‘Foco da CPI é o governo, não os estados’, diz Fábio Vilas Boas sobre convite feito a secretários

[‘Foco da CPI é o governo, não os estados’, diz Fábio Vilas Boas sobre convite feito a secretários]
04 de Maio de 2021 às 08:40 Por: Reprodução/YouTube Por: Yasmin Garrido

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, afirmou, na manhã desta terça-feira (4), em entrevista ao apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole, que a convocação de secretários estaduais para a CPI da Covid-19 é uma tentativa de desviar o foco do governo federal: ‘Querem criar uma cortina de fumaça’.

Ainda segundo Fábio, é pouco provável que ele vá prestar depoimento, uma vez que não basta o requerimento de convocação dos secretários, sendo necessário que os membros da CPI aprovem a solicitação. “É uma estratégia para tirar o foco do governo federal. O foco da CPI é o problema do Ministério Público, não dos estados”, disse.

Quando questionado sobre a diferença de atuação entre o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e o atual, Marcelo Queiroga, Fábio Vilas Boas argumentou que o problema de Pazuello era o fato de ele ser um “militar enquadrado, subserviente e sem pulso firme para encarar o presidente Jair Bolsonaro”, apesar de “ser uma pessoa boa”.

Já para o secretário baiano, Queiroga é diferente e, por ter “um passado como médico atuante, conhece o sistema de saúde”. Para Fábio, por isso ele “tem chances de fazer contrapontos contra as posições ensandecidas do presidente”, além de ter se cercado de uma equipe qualificada.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar