Coronavírus

Ministro da Saúde defende relação com a China e diz que carência por insumos para vacina é mundial

[Ministro da Saúde defende relação com a China e diz que carência por insumos para vacina é mundial ]
16 de Maio de 2021 às 19:30 Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil Por: Redação BNews

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu neste domingo (16) a parceria entre o Brasil e a China e declarou que a carência por insumos para produção de vacina contra covid-19, doença causada pelo coronavírus, é mundial. Queiroga participou de um evento de vacinação em massa na cidade Botucatu, São Paulo.

O ministro destacou que o problema da chegada de insumos no país seria por conta do contrato assinado pelo governo, que não define com precisão a data de entrega dos insumos. 

"Estes contratos têm cláusulas que são um pouco porosas porque não há comprometimento de prazos, justamente porque há uma carência de vacinas e de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) no mundo inteiro", afirmou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar