Coronavírus

Câmara de Salvador aprova dois projetos de indicação para vacinação de jornalistas

[Câmara de Salvador aprova dois projetos de indicação para vacinação de jornalistas]
26 de Maio de 2021 às 16:08 Por: BNews/Vagner Souza Por: Henrique Brinco

A Câmara Municipal de Salvador aprovou dois projetos de indicação para que a Prefeitura inclua os profissionais de imprensa entre os grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19. As matérias de Nº 126/21 e Nº 253/21,  têm autorias dos vereadores Cris Correia (PSDB) e Augusto Vasconcelos (PCdoB), respectivamente.

"Os jornalistas estão nas ruas atuando, prestando serviço à sociedade de extrema importância nessa pandemia. Eles trazeminformação segura, precisa, assertiva. Numeros. Os jornalistas nos dão um panorama para que possamos atender  as medidas sanitárias recomendas pela OMS. Estão exercendo seu papel absolutamente expostos ao vírus", avalia Cris, ao BNews. "Muitos vão cobrir pautas em lugares de vulnerabilidade e acabam gerando aglomeração. Isso sem falar no número de óbitos. Muitos faleceram no exercício da profissão em virtude do coronavírus. É justo que sejam imunizados para que trabalhem de forma mais segura".

A indicação não tem força de lei para determinar o início da vacinação para a categoria e é apenas um "recado" dado pela Casa ao prefeito Bruno Reis (DEM) de que os vereadores apoiam a medida.

No último dia 20 a Comissão de Intergestores Bipartite (CIB) publicou no Diário Oficial da Bahia a decisão tomada na reunião do último dia 18, que inclui jornalistas de redação e assessorias, radialistas, fotojornalistas, cinegrafistas, radialistas e profissionais de blogs e portais informativos entre os grupos prioritários para a imunização. Porém, os Ministérios Públicos Estadual e Federal oficiaram a CIB, recomendando que não aprovasse e as secretarias de saúde não executassem vacinação de grupos não previstos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 (PNO), alegando uma possível violação ao princípio de equidade. 

Leia também:
Câmara de Salvador aprova projeto de lei que reconhece atividade física como essencial 

Votação de projeto da desafetação de 22 terrenos em Salvador é adiada na Câmara

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar